Esportes

Como Vini Junior fez Tite repensar estratégia na Copa

Com um futebol dinâmico, dribles rápidos e solidário na defesa, o atleta de 22 anos do Real Madrid, confirma sua titularidade e conquista o técnico brasileiro.

3 min de leitura
09 Dez 2022 - 09h42 | Atualizado em 09 Dez 2022 - 09h42

Vinícius Junior é hoje uma unanimidade na ponta esquerda da seleção brasileira. Mas essa escrita não foi sempre assim. Desde seu início de carreira na base do Flamengo, esse carioca de São Gonçalo demorou para despontar no futebol de clubes e seleção. Curiosamente, Vini com seis anos disputava posição no Ninho do Urubu, como lateral esquerdo. Segundo os treinadores da época, era um menino calmo e disciplinado. Paralelo aos treinos, o pai do jogador o colocou para treinar futsal no Canto do Rio, clube de tradição de Niterói. Em 2009, fez teste numa peneira de futsal do Flamengo, contudo foi vetado por conta da idade.

Um ano depois, já federado pelo Flamengo principal com status de futuro craque, foi destaque no sub 13 do rubro negro carioca. Os treinadores da época o comparavam ao ídolo Adílio, pela força física e facilidade de roubar a bola na defesa e fazer a ligação rápida, com o ataque. Com boas atuações e 17 gols, repetiu o êxito inicial, no sub17. Em 2017, despontou para o futebol, com atuação brilhante na Copa São Paulo, despertando interesse dos times europeus. Para controlar o assédio, o Flamengo firmou seu primeiro contrato profissional e o alçou ao time profissional. Com a primeira conquista profissional, do campeonato carioca em 2017, teve a primeira proposta, de 157 milhões, vinda do Real Madrid, seu atual clube.


Tite e Vini Jr na seleção brasileira. Fonte/Reprodução SportBuzz 


Com dezoito anos completos, o craque foi vendido para o Real Madrid. No Real, entre altos e baixos e amargando muita reserva, teve oportunidade de mostrar seu futebol com Carlo Anceloti. Consolidou sua posição no futebol internacional, ao anotar nessa temporada do futebol europeu, 22 gols em 52 jogos, com 20 assistências. O gol na final da Champions, dando o título ao Real, apagou de vez qualquer dúvida sobre o destino do craque.  Na seleção, Tite até o meio de 2022, ainda hesitava em convocar o jogador. Havia desconfiança na capacidade de finalizações de Vini.  No final de 2021, chegou a não ser convocado para amistosos ao final daquela temporada. Mas Tite, pressionado pelas boas atuações do jogador e o peso do gol na final da Liga, abraçou a ideia. E encaixou Vini na ponta esquerda.

Vini Jr.  detém no Catar participação em seis dos sete gols assinalados pela seleção até o momento. E deixou um, na última partida contra a Coréia do Sul, abrindo o caminho para a goleada de 4X1 do time brasileiro.

Foto Destaque Vini Jr. Destaque na Copa do Catar 2022. Fonte/Reprodução TIM News

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo