Bem Estar

Cirurgia de catarata pode reduzir risco de desenvolver demência

Estudo mostra que intervenção cirúrgica reduz em 30% as chances de desenvolver a doença. Consultas regulares ao oftalmologista podem prevenir o diagnóstico tardio.

3 min de leitura
20 Mai 2022 - 19h20 | Atualizado em 20 Mai 2022 - 19h20

Um estudo publicado em dezembro do ano passado na revista científica JAMA Internal Medicine associou a cirurgia de catarata a diminuição de até 30% do risco de desenvolvimento de demência na população idosa. Desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Washington, o estudo analisou dados de aproximadamente 3 mil adultos acima de 65 anos e constatou que os indivíduos que se submeteram à cirurgia tinham um risco 30% menor de desenvolver demência se comparado àqueles que não passaram pelo mesmo procedimento.

Segundo os pesquisadores a melhoria da qualidade sensorial está diretamente relacionada ao prognóstico positivo, uma vez que a perda dela é um grande fator de risco para a demência. Para a professora e pesquisadora-chefe do estudo, Cecília Lee, outra possível justificativa é a entrada de uma quantidade maior de luz, como a luz azul, na retira após a remoção da catarata, acarretando no melhoramento da função visual: “há células na retina, relacionadas à cognição e que regulam os ciclos de sono, que respondem bem à luz azul. A catarata bloqueia a luz azul e a cirurgia pode reativar essas células”.

A luz azul é a parte visível da luz contina nos raios solares e aparelhos visuais, e apesar de, em excesso, ser nociva aos olhos, possui benefícios como ajudar na memória, na função cognitiva, melhorar o humor, aumentar nosso estado de alerta e regular nossos ritmos biológicos. A tonalidade amarelada desenvolvida pela catarata bloqueia a luz azul e algumas células presentes na retina, aumentando, consequentemente, o risco de se desenvolver doenças mentais. Trabalhos anteriores do grupo de pesquisadores já haviam associado outras doenças de retina, como a degeneração macular, ao surgimento do Alzheimer.

Catarata


Formação da catarata no olho humano. (Foto: Divulgação/CBV Hospital de Olhos)


Responsável por 49% dos casos de perda de visão no Brasil, a catarata é a maior causa de cegueira reversível no mundo, com pelo menos 400 mil novos casos por ano. A doença ocorre por conta do processo natural de opacificação do cristalino – tecido translúcido entre a íris e o vítreo do olho humano – que ajuda na focalização da luz e formação das imagens. Além sensibilidade à luz e vista cansada, a piora na visão sem correção com óculos e visão nublada ou dupla são outros sintomas que merecem sua atenção.

Foto Destaque: Consulta oftalmológica é imprescindível no diagnóstico de catarata. Reprodução/Divulgação.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo