Notícias

Chuva destrói parte de Minas Gerais e deixa pelo menos 13 mortos.

104 cidades mineiras decretaram situação de emergência por causa das chuvas. Segundo a Defesa Civil do Estado, até o final da manhã de hoje 1.484 pessoas estavam desabrigadas e 7.370 desalojadas.

3 min de leitura
26 Dez 2022 - 16h56 | Atualizado em 26 Dez 2022 - 16h56

Pelo menos quatro casas localizadas na zona rural de Antônio Dias, no Vale do Rio Doce, foram atingidas por uma encosta que desabou na madrugada deste domingo. O corpo de Bruna Santiago de Paula, 18 anos, foi encontrado pelos militares do corpo de bombeiros na manhã de hoje, em meio aos escombros da casa onde ela estava.



De acordo com o Capitão Neymar Gomes de Almeida, o corpo da jovem foi encontrado por volta das 5h50, dentro de um quarto atingido. Ainda segundo o militar, as buscas estão sendo realizadas em dois locais ao mesmo tempo; Em meio aos escombros e no ribeirão Severo.

Outras duas mulheres foram encontradas ainda no domingo, Marli Custódio dos Santos, 54 anos, e Aparecida de Fátima, idade não divulgada. Luan Gonçalves Rodrigues, de 12 anos, segue desaparecido.

Segundo relatado ao jornal local, o menino havia conseguido sair de casa, mas voltou. “O adolescente foi visto por uma testemunha saindo da casa para se proteger, porém, ele retornou e, quando foi visto pela última vez, na hora do deslizamento, estava próxima a escada de uma das casas”, disse o Capitão.

De acordo a irmã de Luan, Letícia Fernanda Gonçalves, 16 anos, o garoto estava em segurança, mas voltou para buscar o pai.

“Eu lembro que a gente só escutou o barulho. Eu lembro da cena de a gente sendo empurrada, eu vendo as coisas voando ao redor e os entulhos. Eu fui procurar quem estava perto, e eles falaram para a gente sair, ir saindo quem conseguisse. O meu irmão saiu junto com a gente. Quando viu minha mãe, abraçou ela e disse “Mãe, parece um pesadelo [...]”. Como meu pai tinha ficado, ele falou que ia voltar,” relatou Letícia ao site de notícias g1 Minas Gerais.


Letícia Gonçalves, irmã de Luan Gonçalves que está desaparecido. (Foto: Reprodução/g1 Minas Gerais/ Danilo Girundi/TV Globo)


Ainda segundo a menina, a mãe pediu para que Luan não voltasse para a casa, mas ele se recusou. “Eu vou voltar, meu pai está lá ainda. Eu não vou sair sem ele, não”. Foram as últimas palavras do garoto, que segue desaparecido. O pai conseguiu sair antes da segunda queda começar.   

Outras 11 pessoas foram socorridas e encaminhadas para hospitais da região. Última informação é que, até a manhã de hoje, três delas permaneciam internadas.

De acordo com informações do site local, A Defesa Civil de Minas Gerais informou que 43 profissionais atuam no local desde o início desta manhã, entre policiais e bombeiros militares. Ao todo, 26 militares do corpo de bombeiros atuam nas buscas. 


Bombeiros realizando buscas por vítimas de deslizamento de encosta na cidade de Antônio Dias. (Foto: Reprodução/g1 Minas Gerais/CBMMG)


Grão Mogol

O município foi atingido por uma forte chuva na madrugada da véspera de natal. Devido à intensidade da chuva, um carro com 4 ocupantes foi arrastado pelas águas do córrego Vasco, no norte de Minas. Mãe e filha morreram.


Carro arrastado por correntezas no córrego Vásco, Grão Mogol, norte de Minas. (Foto: Reprodução/g1 Minas Gerais/Redes sociais) 


Dentro do veículo estavam os corpos de Mariana Cecília dos Santos Carvalho, de 34 anos e sua filha Maria Cecília Santos Takaki, de 9. As outras duas vítimas, o condutor de 55 anos e um adolescente de 14 anos, foram resgatados com vida e levados até uma unidade hospitalar da cidade.


Mariana Cecília dos Santos Carvalho e Maria Cecília Santos Takaki. Vítimas do acidente. (Foto: Reprodução/g1 Minas Gerais/Redes sociais)


De acordo com o boletim de ocorrência, o acidente aconteceu por volta das 22h de sábado, mas, somente por volta de 5h da manhã de domingo, o motorista conseguiu pedir ajuda em uma casa nas proximidades.

Outras tragédias

De acordo com a Agência Minas, outros óbitos foram registrados no decorrer do mês de dezembro, devido ás fortes chuvas da região.

Povoado do Sítio, zona rural do município de Presidente Bernardes – idosa de 66 anos morreu após ser arrastada pela correnteza da enxurrada, sendo levada até o córrego. A vítima voltava de uma novena com duas sobrinhas e, ao atravessar por um trecho alagado, se desequilibrou ao pisar em um buraco e caiu na água.

Inhapim, no Vale do Rio Doce – homem de 25 anos foi atingido por um raio. A vítima estava acompanhada de outro homem, e ambos faziam a manutenção de uma torre de transmissão de internet quando começou a cair uma forte chuva seguida de raios.

Santa Luíza – um homem de 72 anos morreu soterrado após o desmoronamento de um muro da casa em que residia, localizada às margens de um córrego, no bairro Palmital.

Vespasiano – jovem de 17 anos ocupava um veículo que foi arrastado pela enxurrada. A ocorrência foi no bairro Jardim Encantado.

As outras mortes foram registradas nas cidades de Piraúba, Bom Jesus do Galho, e Bertópolis, sendo um óbito em cada município.  

Foto destaque: Casa afetada pelo deslizamento de encosta, zona rural de Antônio Dias. Reprodução/g1/Minas Gerais

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo