Notícias

Cerca de 18 quilos de óleo foram recolhidos de praias de Natal

A Defesa Civil/RN orientou as pessoas que encontrarem o óleo no litoral natalense a não entrarem em contato. Várias praias estão registrando o acúmulo do material.

3 min de leitura
23 Set 2022 - 20h30 | Atualizado em 23 Set 2022 - 20h30

A Prefeitura de Natal registrou que manchas de óleo surgiram novamente nas praias da cidade. Desde a última sexta-feira (16) até quinta-feira (22) a Defesa Civil recolheu cerca de 18 quilos na orla potiguar. A origem do resíduo ainda segue desconhecida.

A chefe de operações do órgão, Fernanda Jucá, afirmou em entrevista ao G1 que os primeiros fragmentos no litoral natalense surgiram em um trecho de quatro quilômetros. Ela também lembrou que apenas nas praias de Ponta Negra e Redinha não foram encontrados fragmentos.

Ela ressaltou que os moradores, comerciantes, barraqueiros e banhistas que avistarem o material de maneira alguma entrem em contato. A primeira vez que as manchas apareceram no Rio Grande do Norte foi no dia 15 de setembro.



A suspeita até o momento é de que o material tenha sido lançado no mar após lavagens de tanques de um navio petroleiro. Em 2019, algumas praias da Bahia também tiveram a areia contaminada por manchas de óleo — que eram de petróleo cru vazado de um navio venezuelano.

Estudos dos fragmentos indicaram inicialmente que os resíduos são de petróleo produzido no Golfo do México. De acordo com o secretário do Gabinete Civil da prefeitura, Johan Xavier, a prefeitura está alerta em relação ao surgimento das manchas.

Ele afirmou que estará dando todo o apoio necessário para que a equipe da Defesa Civil execute o monitoramento do litoral natalense e assim consiga acionar as autoridades ambientais do município, como por exemplo, o Idema/RN (Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte). Até agora o órgão fez a coleta nas praias afetadas e o armazenamento temporário do material.

A expansão dos trabalhos se dará através dos apoios da Marinha do Brasil e da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Urbana. A orientação da prefeitura é de que as pessoas entrem em contato por meio do 190, caso encontrem pelotas de óleo.

Foto Destaque: O Governo do Rio Grande do Norte afirmou que amostras do material foram coletadas e devem continuar sendo analisadas. Reprodução/Magnus Nascimento/Tribuna do Norte

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo