Casa e Decoração

Buriti Arquitetura estreia na Casa Cor SP com o ateliê de Taipa

O conceito do Ateliê de Taipa, assinado pelo Escritório Buriti Arquitetura está presente na Casa Cor SP, trazendo a realidade de uma chef de cozinha, Silvia Percussi, da Vinheria Percussi.

3 min de leitura
28 Out 2021 - 19h30 | Atulizado em 28 Out 2021 - 19h30

Baseado em fatos reais, o conceito do Ateliê de Taipa, assinado pelo Escritório Buriti Arquitetura, na Casa Cor São Paulo, traz a realidade de uma chef de cozinha, Silvia Percussi, da Vinheria Percussi, que era agitada e corrida e que, quando veio a pandemia, tudo mudou. Ela voltou-se para sua casa e mais do que isso, a relação dela com o tempo se transformou. “A personagem que escolhi para, literalmente, dar vida ao meu projeto, penso que seja a realidade de muitas pessoas que passaram pelo mesmo momento e agora estão se reconectando de outras formas com o morar e com o viver”, explica a arquiteta estreante da mostra, Jéssica Martins.

Um dos pontos desse novo comportamento das pessoas foi o se redescobrir, relembrar gostos e hobbies esquecidos com a falta de tempo. Foi o que aconteceu com Silvia, que amava quando mais jovem: a pintura e a cerâmica.


Arquiteta Jéssica Martins. (Foto:Reprodução/Internet)


O Ateliê de Taipa traduz esse momento com um espaço de descompressão, de reencontro com a própria essência entre pincéis, desenhos e pinturas.

Para trazer a sua história como chef, o ambiente de 16 M² traz utensílios de cozinha como saleiros e pratos, fazendo referência à gastronomia, mostrando o seu dia a dia em uma bancada assinada pela própria arquiteta, com design orgânico, da Ceaserstone. As cores e materiais trazem também algumas referências, como um sofá amarelo siciliano, da Líder Interiores e uma cadeira com design que remete à memória afetiva da casa dos avós, da Sierra Móveis.


Ambiente com um espaço de descompressão. (Foto:Reprodução/Internet)


A iluminação foi projetada como de um ateliê de artes, com pendentes e abajures feitos de Buriti, por um artesão, em perfeita harmonia com a atmosfera de relaxamento e descanso. Assim como a madeira no forro e nos brises, de MDF Freijó da Duratex, que garantem o aspecto de acolhimento.

Um dos pontos altos do projeto está em uma parede de taipa feita artesanalmente para a mostra. A obra foi executada pela líder comunitária Lia, que aprendeu a fazer esse trabalho quando construiu uma vila ecológica para a comunidade Vila Nova Esperança, por meio de sua ONG.



E em contraponto a esta textura, a arquiteta traz outra parede, desta vez em pedra, da Colormix, um elemento sempre presente nos projetos que a profissional assina.  O verde também se mostra presente e importante no espaço. Foram escolhidas vegetações de corte que percorrem pelo chão do ambiente.


Parede, desta vez em pedra, da Colormix. (Foto:Reprodução/Internet)


Sobre Buriti Arquitetura

Tendo em seu DNA a preocupação com o modo de viver das pessoas e o futuro das cidades, o escritório traz no dia a dia dos projetos que assina a inovação e responsabilidade social como premissa, buscando criar projetos que conciliam a felicidade das pessoas que irão habitar com a funcionalidade e viabilidade dos empreendimentos.

Informações:

Casa Cor São Paulo
Data: 21 de setembro a 15 de novembro
Local: Parque Mirante (Anexo Arena Allianz Parque) / Rua Padre Antônio Tomás, 72

Buriti Arquitura
www.buriti.arq.br

Contato: Avesani Comunicação
Daniella Gasparini / daniella@avesanicomunicacao.com.br / 11 99914-8403

 

(Foto destaque: Amostra na Casa Cor reúne projeto de Jéssica Martins.Reprodução/internet)

Deixe um comentário