Notícias

Brasil registra mais de mil mortes por Covid-19 em 24 horas

Dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa indicam 1.074 vítimas da Covid-19 no Brasil registradas no último dia. A média móvel passa de 700 mortes diárias.

3 min de leitura
05 Fev 2022 - 13h54 | Atualizado em 05 Fev 2022 - 13h54

O Brasil registrou 1.074 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo informações do consórcio de veículos de imprensa. Nesta sexta-feira (04), foi a primeira vez que o país teve mais de mil mortos pela doença desde agosto do ano passado.  

Até o momento, o Brasil totaliza 631.069 óbitos e a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 732 (a maior notificada desde 23 de agosto do ano passado, quando alcançava 766). Se comparada à média de 14 dias atrás, a variação foi de +160%, o que reflete a alta nos óbitos causados pelo coronavírus.

O G1 listou os novos índices da pandemia, confira:

Brasil, 4 de fevereiro

Total de mortes: 631.069

Registro de mortes em 24 horas: 1.074

Média de mortes nos últimos 7 dias: 732 por dia (variação em 14 dias: +160%)

Total de casos conhecidos confirmados: 26.319.033

Registro de casos conhecidos confirmados em 24 horas: 219.298

Média de novos casos nos últimos 7 dias: 182.696 por dia (variação em 14 dias: +30%)

A plataforma também destacou que a média móvel de vítimas da doença atinge, agora, um patamar 4 vezes maior se confrontada com os valores na época do ataque hacker que desestabilizou o banco de dados dos serviços de saúde.


Curva da média móvel de novos casos conhecidos da Covid-19 nas últimas duas semanas. (Foto: Reprodução/g1)


No momento, nenhum estado apresenta tendência de queda nas mortes por Covid. Além disso, o Brasil registrou 219.298 novos casos da doença em 24 horas, o que implica em 26.319.033 diagnósticos positivos desde o início da pandemia. A média móvel de casos nos últimos 7 dias foi de 182.696, +30% acima da média de 14 dias atrás.


Curvas de casos conhecidos e mortes por Covid nos estados. (Foto: Reprodução/g1)


O levantamento do consórcio de veículos de imprensa tem como base os dados das secretarias estaduais de Saúde. Hoje, praticamente todos os estados do país, inclusive o DF, estão com elevado índice de mortes, com exceção de Roraima e Acre, que estão em estabilidade.

Foto Destaque: Doente no hospital. Reprodução/Pixabay

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo