Bem Estar

Berlim lança passagem comestível à base de cannabis

Direção dos transportes de Berlim (BVG) apresenta proposta inusitada para relaxar passageiros. Operadora pretende acalmar o temperamento dos viajantes oferecendo ticket de cannabis.

3 min de leitura
15 Dez 2021 - 17h25 | Atualizado em 15 Dez 2021 - 17h25

Frente a saída da chanceler Angela Merkel do governo alemão, a nova coalizão governamental discute a possibilidade de legalizar a maconha. Neste contexto, a Direção dos transportes de Berlim (BVG) lançou tickets de maconha comestíveis.  

Uma das responsáveis pelo transporte na cidade de Berlim, a BVG aposta em estratégias de publicidade voltadas ao audiovisual (a exemplo, os vídeos no Youtube) para conquistar mais adeptos.

Sua nova estratégia, o “ticket de maconha comestível” é feito de gotas do óleo extraído da semente da planta e não possui ingredientes ativos, ou seja, o consumidor não vai ficar “chapado” e nem sofrerá uma contaminação por agentes tóxicos. O material é válido por 24 horas, sendo possível o consumo após o vencimento.

A operadora de transporte reforça que é contra o consumo de drogas. Segundo a BVG, a verdadeira intenção seria atrair mais usuários para as plataformas da empresa (ônibus, bonde elétrico e metrô) viabilizando o controle do estresse sofrido pelos passageiros em época de fim de ano. O bilhete só estará disponível até a sexta-feira (17). Cada “Hanfticket”, como é chamado em alemão, custa Є8,80 que equivale a R$57.

https://lorena.r7.com/post/Excesso-de-urbanizacao-contribui-para-a-ansiedade-e-outros-tipos-de-doencas

https://lorena.r7.com/post/Saiba-como-o-Metaverso-pode-afetar-nossa-saude-mental

https://lorena.r7.com/post/Dentistas-afirmam-que-saude-bucal-pode-prejudicar-a-imunidade-e-desempenho-no-esporte


O vídeo de apresentação do novo produto mostra as etapas da produção e, de modo descontraído, exibe adultos e idosos sob o efeito de relaxamento do ticket comestível. Há dois dias do lançamento, “BVG – Hanfticket” já se aproxima do primeiro milhão de telespectadores. Confira: 


Propaganda do bilhete comestível de maconha oferecido pela BVG (Vídeo: Reprodução/Youtube)


Na rede social Twitter, os usuários demonstram curiosidade e descontentamento. “Berlim está perdida”, disse um. Outro usuário questiona se vale a pena, se é saboroso. Ainda, há quem diga que ingressos de maconha são absolutamente estúpidos.

Em tempo: O uso da cannabis na Alemanha para tratamento médico é legal desde que corretamente justificado pela equipe médica do paciente. O uso recreativo está passível a punições de acordo com a lei vigente.

Foto Destaque: Transporte da BVG. Reprodução/Pixabay.

Deixe um comentário