Turismo

Aventuras de verão na Patagônia

Desfrutar da natureza do topo das árvores, caminhando no gelo, descendo as corredeiras em um bote ou subindo as montanhas de quadriciclo. Para quem busca aventura, Patagônia é o destino

3 min de leitura
26 Dez 2022 - 20h15 | Atualizado em 26 Dez 2022 - 20h15

Patagônia, a região mais gelada da América do Sul, se transforma durante o verão no paraíso dos esportes radicais. Viajantes de todo o mundo a visitam em busca de experiências em meio à natureza, seja nos picos da Cordilheira dos Andes, no fundo do lago Nahuel Huapi ou nas florestas, geleiras e estepes preservadas há séculos.

Em Bariloche, na área do Parque Nahuel Huapi, o período sem neve permite explorar as montanhas -- como o famoso Cerro Catedral -- da maneira que o viajante preferir: de bike, montado num quadriciclo, ou simplesmente caminhando. Os abrigos de montanha da região formam a maior rede da América Latina, e servem tanto para o pernoite dos montanhistas adeptos das escaladas técnicas -- como a das agulhas próximas ao Refúgio Frey -- quanto para o descanso durante as visitas e selfies dos turistas que pretendem apenas fazer trekking e apreciar paisagens incríveis.

Nessa época também se pode praticar rafting, a descida de correntezas dentro de botes infláveis, em diferentes níveis de dificuldade, aproveitando o aumento do nível das águas causado pelo derretimento da neve das montanhas. Assim, os iniciantes podem fazer flutuação no Rio Limay (classe 1 e 2) enquanto quem possui alguma experiência pode aproveitar o rafting no Rio Manso Inferior (classe 2 e 3) e no Rio Manso até a fronteira com o Chile (classes 3 e 4, dificuldade média, para pessoas a partir de 14 anos). O rafting também é uma atração em diversos destinos da Patagônia, como em San Martín de Los Andes, no rio Chimehuin e no Hua Hum; e também em Esquel, no rio Corcovado. Para quem prefere percorrer as águas com mais calma, apreciando as paisagens, sozinho ou com a família, os caiaques também são uma constante nos rios e lagos patagônicos.

O arvorismo em Bariloche é uma experiência à parte para quem gosta de apreciar as paisagens sob um novo ângulo -- e pode ser praticado por toda a família na área do Parque Nahuel Huapi. Há vários circuitos que permitem experimentar a natureza do alto de bosques com árvores de mais de 250 anos. O Canopy Bariloche, por exemplo, tem um percurso de 1.500 metros em tirolesas. Já para quem prefere as paisagens debaixo das águas, também há mergulho em diversos rios e lagos da região, com experiências para todos os níveis -- dos mergulhadores certificados, que podem aproveitar paredões de até 50 metros de profundidade, até os turistas sem nenhum conhecimento prévio, que a partir dos 10 anos de idade podem fazer seu batismo nas águas patagônicas. As agências locais têm instrutores e fornecem todo o equipamento, que garante um mergulho confortável mesmo nas águas do lago Nahuel Huapi, onde a temperatura durante o verão fica na média de 14 graus.

No extremo Sul, seja em Ushuaia ou em El Calafate, caminhadas são a forma mais acessível de apreciar as paisagens, e são sempre muito bem sinalizadas em todas as rotas. Para quem busca dar um passo além e se aventurar fazendo trekking nas geleiras, as agências de turismo receptivo da região alugam equipamentos e oferecem guias habilitados. Nos diversos caminhos das florestas e estepes, também é possível respirar o ar puro montado em bicicletas ou pilotando quadriciclos. E, para chegar a paisagens ainda mais distantes, há diversas excursões em veículos 4x4 off road, levando a cartões postais como os lagos Escondido e Fagnano.

Um capítulo à parte é a cidade de Esquel, chamada de “Queenstown da Argentina”, em referência à cidade neozelandesa famosa pelos esportes radicais. Durante todo o ano ela recebe visitantes para trekking, rafting, mountain bike e escaladas, e no inverno atrai pelas pistas de esqui e snowboard. O Parque Nacional Los Alerces, localizado logo ao lado, ostenta árvores de mais de 2.600 anos de idade e trilhas inesquecíveis.

Foto Destaque: Reprodução

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo