Cinema/TV

Ator Wagner Moura completa 46 anos; relembre sua trajetória

Hoje, 27 de junho, o ator Wagner Moura completa 46 anos. Conhecido por seus trabalhos como o Capitão Nascimento, dos filmes de "Tropa de Elite", e o vilão Olavo, da novela "Paraíso Tropical"

3 min de leitura
27 Jun 2022 - 12h09 | Atualizado em 27 Jun 2022 - 12h09

Hoje, 27 de junho, Wagner Moura completa 46 anos. Criado no Sertão da Bahia, iniciou teatro no Colégio Mendel, integrando o grupo Pasmem. Segundo o site “Papo de Cinema”, o mesmo não tinha pretensão de seguir na carreira de ator, o que o levou a obter um diploma de jornalista pela Universidade Federal da Bahia. Seu investimento na carreira artística se deu quando ele seguiu com a peça “A Máquina para o Rio de Janeiro”,   junto aos seus amigos atores Lázaro Ramos e Vladimir Brichta.

Ainda de acordo com o site, o profissional é bastante seletivo e assina apenas contrato por obra fechada, jurando a si mesmo que não iria mais emendar um trabalho em outro e, agora, começa a dar passos sólidos em uma carreira internacional. O artista conquistou o público através de seu trabalho como o Capitão Nascimento, do filme “Tropa de Elite”, e, na televisão, estreou como o mocinho Gustavo de “A Lua me Disse”. Além disso, fez grande sucesso como o vilão Olavo, na novela "Paraíso Tropical”.

No Cinema


Wagner Moura como o Capitão Nascimento. (Foto: Reprodução/Revista Trip - UOL)


Seu trabalho como o Capitão Nascimento, protagonista de “Tropa de Elite”, de José Padilha (2007), foi tão forte e marcante que também estrelou a continuação do blockbuster brasileiro. No caso de “Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora é Outro”, também de José Padilha, a carreira foi ainda mais brilhante que o filme original, arrebatando o maior público da história do cinema nacional, segundo o “Memória Globo”, contando com 11 milhões de espectadores, e ainda foi o escolhido para representar o Brasil, candidato à indicação do Oscar de melhor filme estrangeiro em 2011.

Ao final de 2011, Wagner Moura estava no Canadá rodando uma produção internacional, o filme “Elysium, do diretor sul-africano Neil Blomkamp (responsável por “Distrito 9”). No ano de 2015, o ator virou estrela internacional ao dar vida ao traficante colombiano Pablo Escobar, na série, Narcos.

Na Televisão


Wagner Moura e Camila Pitanga em "Paraiso Tropical". (Foto: Reprodução/Globo.com)


Segundo o “Memória Globo”, após ter feito um filme com Antônio Fagundes, “Deus é Brasileiro”, de Cacá Diegues (2003), que terminou com um convite de Fagundes para que Moura interpretasse o filho de Bino, em “Carga Pesada”. O ator fez, ainda, o seriado “Sexo Frágil” e depois foi convocado para protagonizar a sua primeira novela da Globo, “A Lua Me Disse”, de Maria Carmem Barbosa e Miguel Falabella, em 2005.

O ator acredita que: “A primeira coisa que eu fiz na Globo foi uma participação na Grande Família. Eu estava louco para fazer, queria muito aparecer na televisão, que minha mãe me visse ali. E logo na Grande Família, um negócio ótimo. Já A Lua Me Disse é algo do qual me orgulho de ter feito e agradeço às pessoas. Porque aquela novela foi muito importante para muitos atores que estão lá no Nordeste. Sou um nordestino, não era exatamente o arquétipo do cara bonito que poderia ocupar aquele lugar. E, depois, quando Lázaro Ramos também começou a pegar papéis importantes na novela, que além de nordestino, é negro, aquilo teve uma importância política grande para a televisão e para a autoestima dos caras que estão em Salvador, Paraíba, Amazonas, nos outros estados. Foi uma das melhores experiências que tive como ator”. Conta o profissional

Um ano depois, Wagner Moura voltou em “Sitcom.br” e, depois, interpretando o presidente Juscelino Kubitschek, em “JK”, uma minissérie de Maria Adelaide Amaral e Alcides Nogueira. Porém, foi graças a seu trabalho como Olavo, em "Paraíso Tropical”, novela de Gilberto Braga e Ricardo Linhares, no ano de 2007, que ator ficou destacado na televisão. No programa, o mesmo deu vida a um executivo mau-caráter e protagonizou cenas ao lado de Camila Pitanga, intérprete da prostituta Bebel.   

Devido sua atuação na novela “Paraíso Tropical”, conquistou diversos prêmios em 2007, como melhor ator: Prêmio Tudo de Bom, do jornal O Dia, Prêmio Qualidade Brasil, além das premiações Quem e  Extra de Televisão, dentre outros. Wagner Moura lembra que era um ator conhecido, mas que virou um ator popular quando interpretou Olavo em "Paraíso Tropical" e, logo depois, “Tropa de Elite”. 

Foto Destaque: O ator Wagner Moura faz aniversário hoje, 27 de junho. Reprodução/AdoroCinema.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo