Tech

As principais características dos influenciadores brasileiros

Uma pesquisa feita pela plataforma Livus, focada na economia do criador, apontou as quatro principais características dos influenciadores brasileiros

3 min de leitura
01 Ago 2022 - 11h12 | Atualizado em 01 Ago 2022 - 11h12

Uma pesquisa feita pela plataforma focada na Creator Economy, a Livus, aponta que entre as principais motivações dos influenciadores brasileiros está a busca pela construção do próprio negócio. Para essa pesquisa, 580 influenciadores foram entrevistados.

O CEO da Livus, Alexandre Alvares comenta sobre a pesquisa, “Elaboramos essa pesquisa para entender com mais profundidade os criadores do Brasil para saber como eles se veem no mercado, onde estão, quem são e quais são as maiores dificuldades na hora de monetizar seus conteúdos”.

A pesquisa aponta que 82% dos entrevistados tem como meta fazer do seu negócio digital sua principal fonte de renda, dessa porcentagem, mais da metade já realizou essa meta e a outra parte está buscando. Para 51,78% dos criadores, a motivação para construir seu próprio negócio está na busca da independência, trabalhar com o que ama e mais tempo livre para vida pessoal. Dos entrevistados, 60,53% querem ganhar entre  R $5.000 e R $20.000, mas apenas 23% conseguiram chegar neste patamar. 


Videoconferência, Webinar, On Line

Rede de influenciadores (Foto: Reprodução/Pixabay)


A faixa etária dos 84% dos entrevistados possuem entre 20 e 40 anos e se enquadram na geração Y e Z. Essas gerações estão acostumadas com a velocidade das redes sociais e também possuem um senso mais crítico aos métodos conservadores e estão buscando inovações ao construir suas carreiras. Os criadores estão localizados fora e dentro do Brasil,  76,75% estão concentrados em oito estados brasileiros, SP, RJ, MG, SC, PR, RS, BA e CE. Cerca de 3,87% moram no exterior.

Monetizar seus conteúdos é a principal função dos influenciadores para possuírem uma instabilidade financeira. A pesquisa aponta que apenas 32,87% conseguem monetizar com a criação de conteúdos e sua própria audiência. Dentre eles,  57,7% conseguem o faturamento vendendo mentorias, consultorias e cursos onlines. Agora, 76,33% disseram que buscam novos clientes por meio das redes sociais.

Mesmo tendo uma boa quantidade de seguidores, 59% dos influenciadores afirmam ter dificuldade na hora de monetizar seus conteúdos. A falta de conhecimento, 24,27%, fazer o processo todo sozinho, 19,47% e a produção do conteúdo a ser divulgado, 15,65%, são alguns dos fatores. 

 

 

Foto Destaque: Redes de Influenciadores. Reprodução/Pixabay.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo