Celebridades

Após dar um tempo nos shows, Ronald investe no lado empresarial

Ronald de apenas 21 anos dá um up na sua carreira após deixar o mundo do entretenimento e começar a investir no mundo empresarial, o filho do Ronaldo Fenômeno diz estar feliz com esse novo momento.

3 min de leitura
01 Out 2021 - 15h06 | Atualizado em 01 Out 2021 - 15h06

Ronald Nazário de Lima, O jovem de apenas 21 anos, filho do ex-jogadores Ronaldo 'Fenômeno' e Milene Domingues já chegou a ser muito questionado por fãs e internautas sobre o motivo de não seguir  a carreira dos pais. Apesar de jovem, Ronald soube lidar desde cedo com a pressão externa de seguir o seu próprio caminho. Durante cinco anos ele fez mais 300 shows de músicas eletrônicas atuando como DJ e após dar uma pausa, começou a investir no lado empresário após abrir uma loja de action figures com personagens de anime como tema principal.



Filho de Ronaldo Fenômeno dá pausa em carreira de DJ para investir no lado empresaria (Foto: Reprodução/Instagram)


"Até hoje recebo mensagens de pessoas me perguntando: 'por que não foi para o futebol? Olha como está hoje em dia', Como se eu fosse resolver alguma coisa. Confesso que em alguns momentos foi mais difícil lidar com a pressão, mas hoje tiro de letra. Meus pais sabem o valor de correr atrás daquilo que se ama porque fizeram isso, foram contra todas as expectativas para correrem atrás da paixão deles, o futebol. Eles sempre me passaram esse valor de que se tem algo que você ama fazer, corra atrás independentemente do que seja. Pode ser que muitos não entendam, mas escute seu coração e corra atrás. Segui isso ao pé da letra. As duas coisas com as quais trabalho hoje, a música e Kame Geek, são paixões", diz o jovem.
Mesmo com uma condição financeira privilegiada, o novo empresário diz que sempre teve a educação vinda dos pais, que se separaram quando ele ainda tinha 3 anos e ambos sempre o ensinaram a dar valor as coisas.


https://lorena.r7.com/post/Shakira-diz-que-foi-atacada-e-roubada-por-dois-javalis-em-parque-de-Barcelona

https://lorena.r7.com/post/Anitta-da-like-em-fotos-de-Giovanna-Lancelloti-com-seu-ex-namorado

https://lorena.r7.com/post/No-Paris-Fashion-Week-Neymar-aparece-ao-lado-de-amigos-e-Vinicius-Martinez


Ronald ainda respondeu à perguntas feitas pelo site Quem, e também relembrou sobre a educação dada pelos pais e falou: "Meus pais me deram uma criação muito pé no chão, de saber da valor as coisas. Tanto meu pai, quanto minha mãe, nunca me deixaram deslumbrar com luxos que ambos podiam me proporcionar. Eles sempre mostraram que, por trás de casa e comodidade, tinha um grande sacrifício. Isso me fez crescer dando muito valor para as coisas. Nada é de graça, pelo contrário, meus pais tiveram que sacrificar muitas coisas para conseguir me proporcionar tudo o que me proporcionaram até aqui, desde uma educação, uma baita escola e infância em outro país, e as oportunidade em relação a trabalho", finalizou ele.



Ronald diz que chegou a fazer 18 shows em um mês (Foto: Reprodução/ Vitormilanezphoto)


Sua admiração pela música começou ainda pequeno, tornando essa paixão sua principal fonte de renda, o jovem investiu em empresários que o ajudaram a trabalhar sua imagem, o tornando independente das que os pais já tinham construídos como pessoa pública. A luta pela independência financeira fez Ronald dar uma pausa de dois anos no mundo do entretenimento. Sua grande paixão pelo universo geek, o fez ter um grande crescimento com sua loja de bonecos inspirados nos personagens preferidos de sua infância. "Ainda não conquistei a tal independência financeira porque ainda tem coisas que não consigo fazer sozinho, mas com certeza estou trilhando esse caminho há alguns anos. Entre trancos e barrancos, estou feliz aonde estou neste momento", conclui o jovem.


Foto Destaque: Ronald. Reprodução/Instagram

Deixe um comentário