Notícias

Anvisa recomenda a suspensão definitiva da temporada de cruzeiros no Brasil

A medida foi recomendada pela agência regulamentadora após surtos de Covid-19 nos navios de cruzeiro. Segundo a Anvisa, a ação é necessária à proteção da saúde da população.

3 min de leitura
13 Jan 2022 - 09h20 | Atualizado em 13 Jan 2022 - 09h20

Nesta quarta-feira (12), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou ao Ministério da Saúde e a Casa Civil da Presidência da República a suspensão definitiva da temporada de navios de cruzeiro no Brasil, como ação necessária à proteção da saúde da população.

Segundo a Anvisa, os protocolos definidos pela agência para a operação dos navios de cruzeiro no Brasil trouxeram dispositivos que permitiram acompanhar o cenário epidemiológico nas embarcações durante quase dois meses e foram fundamentais para se identificar rapidamente a alteração no número de casos a bordo na penúltima semana epidemiológica de 2021.

Logo, por causa do aumento exponencial de casos verificados, especialmente entre tripulantes, a Anvisa recomendou a suspensão temporária de navios de cruzeiro, preventivamente, no último dia de 2021, até que houvesse mais dados disponíveis para avaliação do cenário epidemiológico. Nos dias anteriores a decisão, o navio Costa  Diadema, atracado em Salvador, e o MSC Splendida, atracado no Porto de Santos, interromperam as atividades devido a surtos de Covid-19 a bordo.


Medida foi tomada após aumento dos casos de covid-19 nessas embarcações. (Foto: Reprodução/Henrique Casinhas/Getty Images)


Desde a recomendação de suspensão temporária, a Anvisa vem avaliando a evolução do cenário epidemiológico do Sars-CoV-2 a bordo dos navios e também no Brasil e no mundo, e afirma que com o aumento vertiginoso do número de casos nas embarcações e no país (que, de acordo com a agência, é provavelmente decorrente do surgimento da variante Ômicron),  “o cenário atual é desfavorável à continuidade das operações dos navios de cruzeiro” no Brasil.

Segundo a agência regulamentadora, os dados demonstram que, das cinco embarcações em operação no Brasil, três estão classificadas no nível 4, sinalizando alerta quanto à disseminação do vírus e eventual mudança de contexto epidemiológico.

A Anvisa também informou que até o dia 6 de janeiro, foram reportados um total de 1.177 casos positivos de Covid-19 entre tripulantes e passageiros, caracterizando um forte aumento de casos nos navios. E afirmou: “Esse aumento pode ser confirmado pelos dados disponíveis, que dão conta da detecção de 31 casos de Covid-19 nos 55 dias iniciais da temporada (de 1º/11 a 25/12), com uma explosão acentuada a partir do dia 26/12, tendo sido registrados 1.146 casos em apenas 12 dias (de 26/12 a 6/1), o que representa um aumento de 37 vezes nesse período”.

“De acordo com a Portaria GM/MS 2.928/2021, a autorização da operação de navios de cruzeiro pode ser revista a qualquer momento em função dos desdobramentos do contexto epidemiológico dos navios de cruzeiro ou de alterações do cenário epidemiológico nacional e internacional”, destaca a Anvisa.

 

Foto destaque: Anvisa recomenda suspensão definitiva da temporada de cruzeiros no Brasil. Reprodução/Fernanda Luz/Reuters.

 

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo