Celebridades

Advogados de Amber Heard alegam que Johnny Depp sofre de disfunção erétil

Advogados da atriz Amber Heard alegaram durante julgamento que Johnny Depp sofre de disfunção erétil e que a condição médica do ator levou a episódios de violência contra a ex-esposa.

3 min de leitura
01 Ago 2022 - 18h07 | Atualizado em 01 Ago 2022 - 18h07

Os advogados da atriz Amber Heard sugeriram que uma suposta disfunção erétil de Johnny Depp o levou a agredir violentamente sua agora ex-esposa.

No último fim de semana, mais de 6.000 páginas de documentos judiciais da batalha legal do ex-casal foram reveladas pelo portal americano Page Six, destacando o julgamento desencadeado quando Johnny Depp (59) entrou com uma ação de 50 milhões de dólares contra a ex-esposa, Amber Heard (36) em resposta a um editorial de 2018, para o The Washington Post, no qual a atriz disse que era uma sobrevivente de abuso doméstico.

Após um julgamento acompanhado pela imprensa de todo mundo, o júri concedeu vitória ao ator, condenando Amber a pagar mais de 10 milhões dólares para o ex-marido. Depp também foi condenado a pagar 2 milhões de dólares a Heard – que o havia processado por difamá-la por meio de comentários feitos por seu advogado, Adam Waldman.


Jhonny Deep durante julgamento. (Foto: Reprodução/Getty Images)


À medida que ambas as partes recorrem dos veredictos, foram revelados detalhes de documentos pré-julgamento que mostram informações e detalhes que os advogados de cada estrela tentaram apresentar como prova, mas não foram aprovados ou foram considerados inadmissíveis pelo juiz.

Um desses detalhes mostra alegações da equipe de Amber de que Jhonny estava tomando medicação para disfunção erétil, que eles queriam que fossem apresentados como prova durante o julgamento.

De acordo com os documentos, Heard apresentou como evidência uma lista de medicamentos que incluía "Nexium, Cialis e Valtrex" e sugeriu que a suposta disfunção erétil de Depp pode de alguma forma ser uma motivação para o abuso.

"A disfunção erétil do Sr. Depp é relevante para o uso de uma garrafa pelo Sr. Depp para estuprar Amber Heard, além de explicar a mentalidade e a raiva do Sr. Depp", dizia um comunicado da equipe da atriz. "Embora o Sr. Depp prefira não revelar sua condição de disfunção erétil, tal condição é absolutamente relevante para a violência sexual, incluindo a raiva de Depp e o uso de uma garrafa para estuprar Amber Heard. A disfunção erétil de Depp torna mais provável que o Sr. Depp ficaria bravo ou agitado em encontros com Amber Heard.”

No entanto, a equipe de Jhonny Depp argumentou contra a inclusão de tais informações, acusando Amber de tentar apresentar as provas como forma de envergonhá-lo no tribunal durante o julgamento, que ocorreu em Fairfax, Virgínia.

De acordo com os documentos, os advogados de Depp disseram que Heard "quer um circo e claramente pretende levar este julgamento a uma série de trocas lascivas, especialmente em relação ao histórico médico de Depp".

Durante seu depoimento, Amber Heard alegou que ela e o ex-marido entraram em um confronto violento enquanto estavam na Austrália, em 2015, onde o ator estava filmando a quinta parte da franquia Piratas do Caribe. Ela disse que Jhonny estava bebendo, usando drogas e a acusando de ter casos com seus colegas de elenco. Ela alegou que ele era "beligerante" e estava jogando coisas e gritando.

A atriz testemunhou que Deep bateu a cabeça dela contra uma parede e a chamou de "puta", "vadia" e "gorda", e repetidamente "a golpeou" no rosto. Amber continuou o depoimento alegando que Jhonny a derrubou no chão e segurou uma garrafa quebrada contra seu pescoço, dizendo que ele poderia cortar seu rosto.

Até o momento, Jhonny Deep não comentou publicamente as alegações dos advogados da ex-esposa.

Foto Destaque: Amber Heard e Jhonny Deep. Reprodução/Getty Images

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo