Esportes

Os clubes ingleses que impediram brasileiros de defender a Seleção serão punidos

Os clubes ingleses e o Zenit, da Rússia, que não liberaram os jogadores convocados pela Seleção Brasileira serão impedidos de usar esses jogadores por mais cinco dias depois do fim da data Fifa.

3 min de leitura
08 Set 2021 - 21h41 | Atulizado em 08 Set 2021 - 21h41

Os clubes ingleses e o Zenit, da Rússia, que não liberaram os jogadores convocados pela Seleção Brasileira, serão impedidos de usar esses jogadores por mais cinco dias depois do fim da data Fifa.

 

Isso quer dizer que Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United, Leeds United e Zenit não vão poder contar com os jogadores brasileiros na próxima rodada do Campeonato Inglês. Os jogadores afastados são Alisson, Fabinho e Roberto Firmino, Ederson e Gabriel Jesus, Thiago Silva, Fred, Raphinha, Claudinho e Malcom.

 

A punição dura de 10 a 14 de setembro, próxima terça-feira, o que também afeta dois jogos da Liga dos Campeões marcados para o dia 14. Fred não poderá participar da partida entre Manchester United e Young Boys, da Suíça, e Chelsea e Zenit não poderão contar com Thiago Silva, Claudinho e Malcom.



Malcom e Claudinho atletas do Zenit da Rússia. Foto: Divulgação/Twitter/@fczenit_br


Para a Fifa, isso não é considerado punição, mas sim o cumprimento do regulamento da entidade que obriga os clubes a liberar jogadores chamados para as datas Fifa. Porém, a Fifa só age quando associações nacionais de futebol pedem e foi o que a CBF fez no caso desses jogadores. 

 

A CBF agiu diferente com o atacante Richarlison, do Everton. A relação da entidade com o clube é boa desde antes das Olimpíadas, evento para o qual o jogador foi liberado, apesar de não ser obrigatório pelas regras da Fifa. O Everton não será punido, pois a Fifa não pediu. Todos os jogadores já estão cientes da posição da CBF, o que não garante que eles estejam satisfeitos. 

 

O Newcastle, outro clube inglês que se recusou a liberar jogador para as rodadas de setembro das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo, também recebeu a notificação que não poderá usar o jogador paraguaio Nelson Almirón.

 

Confira na íntegra comunicado da Anvisa sobre Brasil x Argentina
Em Brasil x Argentina que durou apenas cinco minutos, saúde pública vence

Lionel Messi crítica intervenção da Anvisa durante o jogo: 'Por que não avisaram antes?'

 

Os clubes ingleses se recusaram a liberar jogadores sul-americanos, pois os países estão na lista vermelha do governo do Reino Unido e ao retornarem aos clubes, os atletas teriam que fazer uma quarentena de dez dias e desfalcariam os clubes em jogos importantes. 

 

(Foto de Destaque: Fabinho e Firmino atletas do Liverpool. Reprodução: REUTERS/Peter Powell.)

Deixe um comentário