Bem Estar

Estresse causa aumento do hormônio cortisol no corpo

Muito se fala sobre o cortisol, mas você sabe exatamente qual é o seu propósito? saiba tudo sobre esse hormônio que é conhecido como o hormônio do estresse que é o principal do nosso corpo.

3 min de leitura
28 Jul 2021 - 10h29 | Atulizado em 28 Jul 2021 - 10h29

O cortisol, como é também conhecido o “hormônio do estresse” normalmente é associado de uma forma negativa à resposta do nosso corpo em situações de tensão. Ele não é o hormônio responsável por nos deixar ansiosos e estressados, mas por preparar o organismo para reagir em situações de perigo. 

No entanto, um desequilíbrio no nível do hormônio pode prejudicar a nossa saúde física e mental.

Publicado na revista científica The Lancet Diabetes & Endocrinology, mostrou que indivíduos com altos níveis de cortisol têm um maior risco de mortalidade ao contrair a Covid-19, o que pode indicar uma relação entre a sensação e a doença.


Automedicação: 77% dos brasileiros utilizam medicamentos sem prescrições médicas

Por que a vacina contra a Covid-19 ainda não está disponível para crianças?

Natação: Mente sã, corpo são


Em suma, o cortisol é um dos hormônios esteróides. Ele é produzido nas glândulas suprarrenais, ou adrenais, e transportado pelo sistema circulatório.

Além disso, a maioria das células do corpo possui receptores de cortisol, fazendo com que eles sejam responsáveis por diversas funcionalidades do corpo, dentre elas estão o controle dos níveis de açúcar no sangue, aumento da energia para lidar com o estresse e restaurar o equilíbrio, regular o metabolismo, reduzir a inflamação, auxílio na formulação da memória e controle da pressão arterial.

Na medida em que o estresse é considerado o mal do século 21, os altos níveis de cortisol podem ter efeitos negativos sobre à saúde.


Ganho de Peso e Ansiedade - gatda.com.br


O hormônio cortisol aumenta a produção dos hormônios masculinos e desregula os hormônios femininos. Desta forma, as mulheres com altos níveis de cortisol sofrem com alguns sintomas indesejáveis, com excesso de pelos no rosto, períodos menstruais irregulares e queda de cabelo. O primeiro passo após identificar que você está com altos níveis do hormônio é procurar um endocrinologista para descobrir as causas e indicar os melhores tratamentos.

Por isso, invista seu tempo em momentos de lazer, tenha uma alimentação saudável e pratique atividades físicas. Essas estratégias são essenciais para o bem do corpo e da mente.

 

(Foto destaque:Hormônio do estresse conhecido como cortisol. créditos/formularium.com.br)

Deixe um comentário