Saúde e Bem Estar

Novidades sobre a Coronavac

O Governo de São Paulo está otimista com os avanços nos testes da Coronavac e acredita que a vacina poderá ser disponibilizada para a população já nos primeiros meses do ano que vem.

3 min de leitura
24 Nov 2020 - 18h22 | Atulizado em 24 Nov 2020 - 18h22

Ontem (23), o Governo de São Paulo anunciou que a Coronavac (Vacina desenvolvida pela farmacêutica Sinovac em parceria com o instituto Butantan) entrou em sua fase final e atingiu o número mínimo de infecções entre os voluntários. A expectativa é que o resultado seja divulgado no início de dezembro.

A fala do diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, é que já em dezembro a eficácia da vascina seja comprovada, e para isso, falta o aval da Anvisa e do Ministério da Saúde.

"Até o final de dezembro serão 6 milhões [de doses], até janeiro, 46 milhões. E, muito em breve, podemos chegar a 100 milhões de doses. Nós temos, sim, outras vacinas também. A vacina salva, a vacina pode colocar a normalidade na vida do país”, diz João Doria, Governador de São Paulo, em entrevista ao G1. 


Governador João Doria segurando uma Coronavac. (Foto: Reprodução/El País)


Entenda as fases do ensaio clínico da vacina

De acordo com o Instituto Butantan, essas são as fases principais. Atualmente, a Coronavac está na fase 3.

Fase 1: É o primeiro estudo a ser realizado em seres humanos e tem por objetivo principal, demonstrar a segurança da vacina. 

Fase 2: Tem por objetivo estabelecer a sua imunogenicidade. 

Fase 3: É a última fase de estudo antes da obtenção do registro sanitário e tem por objetivo demonstrar a sua eficácia. Somente após a finalização do estudo de fase 3 e obtenção do registro sanitário é que a nova vacina poderá ser disponibilizada para a população.

Fase 4: Vacina disponibilizada para a população.

Leia mais: Principais FakeNews sobre o coronavírus

Festas lotam o Rio de Janeiro no final de semana


Festas com aglomeração no Rio. (Foto: Reprodução/Band)


Mesmo com um aumento de 153% na média de mortes e aumento no número de contágios, cariocas e turistas lotam festas e eventos, descumprindo restrições e gerando aglomerações no último fim de semana na cidade do Rio de janeiro. Aconteceram várias atividades com muita aglomeração, em que as pessoas estavam sem máscaras e desrespeitando o isolamento social.

A Prefeitura do Rio informou que eventos têm que cumprir os protocolos sanitários exigidos contra a Covid- 19 e que vai tomar as providências cabíveis contra os organizadores que não respeitaram as regras. A Organização da Lovepark Rio, onde ocorreu uma festa no fim de semana em que aparecem pessoas descumprindo o distanciamento social, através de videos divulgados nas redes sociais, informou que o evento está regulamentado e que vai redobrar a atenção.

 

(Foto Destaque: Novidades sobre a Coronavac. Reprodução/Jornal de Brasília)

 

Deixe um comentário