Celebridades

Apresentador da afiliada da Record é sequestrado

O apresentador do programa "Mete Bronca", Romano dos Anjos, da TV Imperial, afiliada da Record em Roraima, foi sequestrado dentro de sua própria casa na noite da última segunda-feira (26).

3 min de leitura
27 Out 2020 - 16h37 | Atulizado em 27 Out 2020 - 16h37

O apresentador do programa "Mete Bronca", Romano dos Anjos, da TV Imperial, afiliada da Record em Roraima, foi sequestrado dentro de sua própria casa na noite da última segunda-feira. Quando três homens armados invadiram a casa enquanto o apresentador e a mulher, Nattacha Vasconcelos, jantavam. Os sequestradores levaram a esposa de Romano no carro do casal e a deixaram amarrada no local. Mais tarde, Nattacha conseguiu chamar a polícia.

Infelizmente, ainda não há informações sobre o paradeiro dos três filhos do casal, duas meninas e um menino e por volta das 22h de ontem (26), investigadores encontraram o carro carbonizado do jornalista na beira da BR-174. Nenhum corpo foi achado na carcaça.

Leia mais:A Fazenda 12: Tays revela seu cachê na banda ‘Vingadora’ e surpreende peões


 

Romano dos Anjos e seus filhos. ( Reprodução/Instagram)


Já na manhã desta terça-feira a polícia encontrou o celular de Romano em um bairro na Zoa Oeste de Boa Vista, em uma região afastada onde também foram verificadas marcas de pneu.

Nos últimos meses, o "Mete Bronca", onde Romano também era editor-chefe, estava levando ao ar diversas denúncias de corrupção envolvendo políticos locais e desvio de recursos federais para o combate à covid-19.

 A Record confirmou o sequestro do apresentador na edição da madrugada de seu jornal. Segundo a emissora, os criminosos teriam levado o jornalista no sentido da fronteira com a Venezuela. Em vários momentos da programação e nas redes sociais, a TV Imperial pediu que qualquer informação sobre o caso seja comunicada à polícia, e disse que a equipe toda está "preocupada e em oração" pelo colega.

Por meio de nota, a Polícia Civil disse apenas que está "mobilizada", com a ajuda da Secretaria de Segurança Pública e a Polícia Militar, para esclarecer o caso.

Com tudo isso, é possível analisar de forma clara que o trabalho do jornalista é extremamente importante para a sociedade, com uma prestação de serviços fundamental, porém ainda é uma profissão muito atacada e pouco respeitada.

 

(Foto destaque: Romano dos Anjos. Reprodução/Instagram)

Deixe um comentário