Paris Hilton relata abusos sofridos na adolescência em novo documentário

Publicado 18 de Sep de 2020 às 08:29

Paris Hilton divulgou essa semana em seu canal no YouTube, um documentário sobre sua vida pessoal, com o título "This is Paris". O documentário traz a premissa ”a história nunca contada” sobre a socialite Paris Hilton.

Paris se declara arrependida pela conduta mostrada durante sua vida pública e diz se tratar de uma personagem. Estou tão habituada a interpretar uma personagem que é difícil ser eu mesma”, afirma a socialite.


Paris Hilton. (Foto Reprodução/Uol)


Paris quis retratar sua infância e adolescência em seu filme, incluindo seus traumas. De acordo com Paris, ela foi internada em um internato para filhos problemáticos de milionários.

A atriz diz nunca ter revelado à seus pais os abusos sofridos no internato. Complementa dizendo que “foi tirada de sua cama como se tivesse sendo sequestrada” em sua primeira noite no local. A empresária ainda declara que sofreu abusos tanto psicológicos quanto verbais praticado por professores e funcionários, que lhe faziam tomar “pílulas misteriosas”.

Contudo, a modelo conta que quando se recusava a seguir as regras sofria estrangulamentos e era mantida em isolamento por 24h, ainda por cima sem roupas.   

Era como viver no inferno. As pessoas simplesmente presumiam que fosse um colégio interno comum, porque era dessa maneira que ele era retratado para os pais e as pessoas que colocavam as crianças naqueles lugares”, declara.

Leia mais: Paris Hilton dá entrevista com voz "normal" e choca fãs

Vida

Paris Whitney Hilton é atriz, modelo, empresára, DJ, escritora, socialite e cantora. Atualmente com 39 anos, Paris possui uma fortuna de U$ 300 milhões, nascida em Nova Iorque e criada em Beverly Hills, Califórnia. Bisneta de Conrad Hilton, fundador da Hilton Hotels.

Carreira

Paris começou sua carreira de modelo ainda durante a adolescência, quando assinou um contrato com a agência de Donald Trump, a Trump Modelo Manageent. Com uma vida marcada por turbulências e holofotes, tendo vídeos caseiros expostos na internet e partiipação em filmes e realitys shows que deram a Paris uma fama internacional. 

 

A socialite publicou seu livro em 2004, Confessions of na Heiress, se tornando um best-seller do New York Times. Posteriormente, em 2006, a atriz lançou seu primeiro álbum “Paris”, que alcançou o número seis na Billboard 200.

Anos mais tarde, a cantora também se descobriu Dj, se tornando em 2014 umas das mais bem pagas do mundo, segundo a Time.

Além disso, Paris também criou uma coleção de malas, para a marca japonesa Samantha Thavassa, e também uma coleção de jóias e relógios para a Amazon, além de linhas de produtos de cosméticos, perfumes, champagne, e fundou suas duas empresas, localizadas em Beverly Hills, para administrar os produtos e licenças que levam seu nome.

(Foto Destaque: Paris Hilton. Reprodução/Monet)

Deixe um comentário