Money

Ex CEO da Gap critica a parceria da marca de vestuário com Kanye West

Kanye West fechou parceria por 10 anos com a marca Gap, porém ex- CEO da marca está criticando tal feito, pois afirma que a West não é uma pessoa corporativa para marca.

3 min de leitura
12 Ago 2021 - 18h14 | Atulizado em 12 Ago 2021 - 18h14

Em junho de 2020, a gigante da moda Gap anunciou uma parceria de 10 anos que pode ser renovada após 5 anos com a marca Yeezy do rapper Kanye West e a produção de três jaquetas puffer. A expectativa da marca é arrecadar US$ 1 bilhão a cada ano somente com a parceria. A grande estatégia da marca é retomar seu prestígio e o valor que teve no passado.

No lançamento de seu álbum Donda deixando aproximadamente 70 mil de fãs a espera por 2 horas, o que chamou atenção em Kanye foi a jaqueta vermelha que trajava. A peça era um produto inaugural fruto da primeira colaboração com a Gap. A pré-venda da peça foi disponibilizada somente o item na cor preta pelo valor de US$ 200, que já esgotou, indicando sucesso na parceria.


                                                                         Kanye no lançamendo do álbum Donda ( Reprodução/ Instagram)


Contudo, Mickey Drexler, ex-CEO da marca, conversou com o Yahoo Finance live sobre as estratégias recentes da marca, enfatizando a primeira colaboração com West. "Eu provavelmente não deveria dizer isso, mas disse a ele que ele não deveria fazer o négocio porque não faz nenhhum sentido na minha opinião", disse ele.

Continuando, ele disse: "Ainda tenho muitos amigos na Gap, mas não funciona para alguém como Kanye. Ele não é uma pessoa corporativa e a Gap é uma grande corporação". "Então, eu sei que a jaqueta se esgotou. Eles fizeram US$ 7 milhões na jaqueta durante a noite. [Kanye] é um cara inteligente, mas ele não deveria ter feito isso. E eu não acho que eles deveriam ter feito também", disse Mickey Drexler sem expor em muitos detalhes.

Ler mais: Bill gates perde o posto de 4° mais rico para Mark Zuckerberg

Ler mais: Inflação cresce, real cai

Ler mais: Open Banking finalmente chega aos brasileiros

Apesar da marca ter perdido mercado, a Gap vem apresentando sinais vitais de recuperação. O primeiro trimestre do ano de 2021 mostrou resuldados satisfatórios de 89% acima do mesmo período de 2020 e 8% na comparação de 2019. Ao todo, foram arrecadados US$ 4 bilhões em vendas. Com a colaboração de West, a marca tem probabilidade dos números subirem mais.

Vale ressaltar que o nome de Kanye possuí prestígio e vende bem, seu nome sempre esta nas redes, seja por música ou por polêmicas envolvendo-o . Os comentários feitos pelo ex-CEO parecem ter outro nível de oposição aos esforços de West com a marca.

Foto em destaque: ( Reprodução/ Twitter)

Deixe um comentário