Esportes

Gabriel Medina termina sem medalhas em Tóquio

Na Madrugada desta terça-feira (27) o Brasileiro Gabriel Medina, estrela do Surfe e esperança do Brasil na modalidade, acabou frustrando as expectativas, ao terminar em quarto lugar na mais nova modalidade Olímpica.

3 min de leitura
27 Jul 2021 - 13h37 | Atulizado em 27 Jul 2021 - 13h37

Na madrugada desta terça-feira (27) o brasileiro Gabriel Medina, estrela do Surfe e esperança do Brasil na modalidade, acabou frustrando as expectativas, ao terminar em quarto lugar na mais nova modalidade Olímpica. Porém, muito se foi falado sobre a integridade dos juízes com relação as notas para Medina e para o japonês Kanoa Igarashi, quem o brasileiro enfrentou e acabou sendo derrotado. Kanoa realizou uma manobra que levantou muita polêmica devido a nota recebida, que segundo o próprio Gabriel, foi maior do que o esperado, levando em conta o critério exercido em suas manobras.


Manobra de Gabriel Medina, na Semifinal do Surfe Olimpico, contra Kanoa (Reprodução/Getty Imagens)


Em suas redes sociais, o paulista se desculpou com os brasileiros e diz que fez a sua parte: "É triste quando isso acontece. Muita gente me mandou mensagem, é difícil passar o ano treinando, se esforçando e chegar nisso aqui. Minha parte eu fiz, dei o meu melhor. Tem coisas que não dá pra entender, mas tinha que ser assim" começou o surfista.

"Precisava de seis baixo né? Não sei quando ele tirou depois. Achei que tinha virado, mas aconteceu tanta coisa que o que vier agora é lucro. Estou mais preocupado em surfar e fazer meu melhor. É difícil esperar dos outros" completou Medina.


Medina Após derrota pro Australiano e ficar sem medalhas (Reprodução/Tv Globo)


Medina venceu nas quartas de final, o francês Michel Bourez. Nas semifinais, exerceu a mesma manobra que o japonês Kanoa, mas acabou recebendo uma nota bem diferente. O paulista precisava de uma pontuação minima para garantir a medalha bronzeada, porém, os juízes foram muito rígidos. O resultado acabou revoltando a internet e até a namorada de Gabriel que não estava no Japão, Yasmin brunet.


Owen Wright após vencer Medina pelo Bronze (Reprodução/Getty Imagens)


Brasil tem virada épica e vence a Argentina no vôlei masculino

Fernando Scheffer ganha bronze nos 200m livre

A “fadinha” Rayssa Leal ganha medalha de prata nas Olímpiadas


Entretanto, o Brasil garantiu o Ouro no Surfe Olímpico e ao contrário do que muitos imaginavam, não foi com Medina, mas foi com o campeão mundial de Surf em 2019, Italo Ferreira. O Nordestino de 27 anos, bateu Kanoa Igarashi na final da bateria de surf de Tsurigasaki, em Ichinomiya. O motivo pelo qual, a modalidade foi adiantada, foi a chegada de um tufão no local, mesmo com o adiantamento, o clima para a competição não era o dos melhores.

Foto Destaque: Gabriel Medina termina sem medalhas em Tóquio (Reprodução/Getty Imagens)

Deixe um comentário