Em entrevista a Bial, Gabriela Duarte assiste vídeo da mãe com Bolsonaro e comenta: ''Isso nos afastou bastante''

Publicado 16 de Apr de 2021 às 13:30

Nesta quinta-feira (15), Gabriela Duarte foi entrevistada no programa 'Conversa com Bial', da TV Globo. Durante a participação, a atriz teve uma reação envergonhada ao rever uma cena em que a mãe, Regina Duarte, aparece ao lado do presidente Jair Bolsonaro em maio de 2020, quando a ex-global deixou o cargo de Secretária da Cultura. O nome de Gabriela chegou a parar nos assuntos mais comentados do Twitter.

De acordo com Gabriela, essa fase impactou na relação das duas. Ela diz ter ficado feliz quando a mãe foi exonerada, meses após a nomeação. ''Foi um período muito turbulento, de muitas coisas. Um período que, de certa forma, nos afastou bastante. Não por uma questão ideológica, não é isso. Tem a ver com uma dinâmica muito complicada, de entrar ali, sair...Então, eu posso responder por mim, eu fiquei muito aliviada (quando ela deixou o cargo)'', relatou.

''Me sinto muito pouco na posição de fazer esse julgamento. Uma coisa posso afirmar: a gente é muito diferente realmente, em muitas coisas. Eu entendo que exista uma associação, até mesmo pelo trabalho. É uma coisa que eu poderia ter feito o movimento de separação antes, talvez me expondo mais'', continuou a atriz.



A artista relembrou como a família recebeu a entrada de Regina no governo Bolsonaro. ''Ela não discutiu, ela fez um comunicado à família. Isso é muito ela, é a personalidade dela. É um desafio que ela queria agarrar, uma coisa que ela queria fazer. Não tem isso de consultar os filhos, ou de consultar a família. Não existe isso de consultar'', explicou.

Gabriela ainda refletiu sobre como essa situação também a afetou. ''Pessoas que não tinham tanta relação comigo me apoiaram muito. Para essas pessoas eu vou ser eternamente grata...Eu não posso administrar escolhas e decisões que não são minhas. Teve um lado duro demais de pessoas me julgando, cobrando de ter que me posicionar. O quê, apedrejar sua mãe, sei lá, em praça pública? Não é querer muito 'fogo no parquinho' demais?'', desabafou.

''Foi um período bem duro, bem difícil. Fiquei muito assustada, recebi muitas ameaças. Coisas grotescas que eu ouvi. É bizarro'', relatou Gabriela. Quando perguntada por Bial sobre suas escolhas nas eleições de 2018, a atriz revelou que votou em Ciro Gomes e no segundo turno anulou seu voto. ''Pra conseguir colocar a minha cabeça no travesseiro direito, sem que isso fosse um motivo para eu me arrepender. Era um momento onde eu não me sentia representada por nenhum lado'', justificou.



Para evitar brigas, Gabriela revelou que tenta não abordar o tema com a mãe. ''Não falamos sobre isso. Isso foi um pacto que fiz comigo mesma. Realmente, a gente escolhe coisas que a gente combina invariavelmente, séries, filmes, a profissão. A gente se encontra no melhor. Pra que se encontrar num lugar que é espinhoso?'', contou. 

 

(Foto destaque: ''Em entrevista a Bial, Gabriela Duarte assiste vídeo da mãe com Bolsonaro e comenta: ''Isso nos afastou bastante'''. Reprodução/Tv Globo)

Deixe um comentário