Saúde

Aumento de 108% nos casos de síndromes gripais no Amapá faz Ministério da Saúde enviar cilindros de oxigênio

Após surto de casos de síndromes gripais no estado do Amapá, o governo federal através da marinha do Brasil envia 12 mil toneladas de Oxigênio para a abertura de novos leitos de UTI no estado.

3 min de leitura
22 Mai 2023 - 10h05 | Atualizado em 22 Mai 2023 - 10h05
Aumento de 108% nos casos de síndromes gripais no Amapá faz Ministério da Saúde enviar cilindros de oxigênio Lorena Bueri

Um surto de Síndromes Gripais e Respiratória Aguda Grave, SRAG, fez com que o estado do Amapá declarasse estado de emergência no último dia 13 de maio, pois as Unidades de Terapia Intensiva, UTIs, pediátricas do SUS atingiram lotação máxima e 4 mortes até então foram registradas. Entre janeiro e maio houve um aumento de 108% nas internações de crianças no estado.

A maioria dos hospitalizados são crianças entre 7 meses e 4 anos de idade.

Uma reunião feita no último dia 16 com o ministério da saúde e com a presença de 16 prefeitos municipais do estado, foram definidas algumas medidas emergenciais, como o aumento o aumento de UTIs, Intensificação da vacinação em crianças e adultos, decretos especiais com medidas sanitárias, aumento das escalas de plantões da equipe médica e o reforço de oxigênio nas unidades hospitalares públicas.

Com a ajuda da marinha do Brasil, devem chegar até a terça-feira (23), um carregamento de 12 mil toneladas de Oxigênio, vindas do estado vizinho, Pará. Os insumos chegarão no porto de Santana, cidade próxima a 17 Km da capital Macapá.

Ao todo serão abertos 30 leitos, sendo 10 de UTI e 20 de enfermaria para atender principalmente as crianças que estão sendo as mais afetadas pelo recente surto gripal.


Oxigênio sendo enviado ao estado do Amapá como forma de prevenção da falta do insumo (Foto: Reprodução/Twitter/Marinhadobrasil)


O governo do Amapá declarou que irá fazer uma campanha intensiva de vacinação, principalmente para as crianças, pois apenas 16% da população infantil recebeu os imunizantes. Além disso, o Ministério da Saúde enviou equipes de epidemiologistas para reforçar as emergências e consequentemente investigação de casos. A secretária de Saúde, Silvana Vedovelli disse que "O abastecimento de oxigênio dentro dos nossos hospitais está normal. Esse navio da Marinha que está chegando com tanques de oxigênio são necessário para que os novos leitos do HU comecem a funcionar. Normalmente demorariam mais de 45 dias para chegar, mas o Pará tinha material disponível para encaminhar. Atualmente, estamos bem estáveis com o nosso estoque, mas já nos prevenirmos para qualquer mudança dessa demanda.”

A emergência foi provocada por conta do vírus conhecido como Sincicial Respiratório (VSR), e ele provoca bronquiolite, uma inflamação nos pulmões. Também foram detectados, em menor escala, vírus da Covid-19 e de Influenza A e B. O ministério da Saúde está acompanhando de perto a situação do Amapá e também dos estados vizinhos a fim de tentar evitar uma proliferação das doenças pelas regiões próximas.

Foto destaque: Oxigênio sendo enviado pela marinha do Brasil ao estado do Amapá. Reprodução/Twitter.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo