Notícias

Saiba porque Rita Lee será velada no planetário, e não na Alesp

A cantora, em autobiografia, descreve visitas semanais ao Parque do Ibirapuera. O velório de Rita Lee vai acontecer nesta quarta-feira, 10, e vai ter abertura ao público das 10h até às 17h

3 min de leitura
10 Mai 2023 - 09h40 | Atualizado em 10 Mai 2023 - 09h40
Saiba porque Rita Lee será velada no planetário, e não na Alesp Lorena Bueri

Ícone da música, Rita Lee tinha uma proximidade com o planetário, no Parque do Ibirapuera, localizado na Zona Sul de São Paulo, e esse fato fez com que o local fosse o escolhido para sua despedida. Será lá que o corpo da rainha do rock nacional vai ser velado nesta quarta-feira, 10, ao invés de ser no Hall Monumental da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), onde usualmente acontecem velórios de artistas.

A cerimônia vai ser aberta ao público das 10h até às 17h. 

Conforme detalhado pelo “g1”, no livro “Rita Lee - uma autobiografia”, publicado no ano de 2016, é contado no capítulo “Mutatis Mutandis” que a cantora ia ao planetário semanalmente. Tratava-se de seu “must semanal”, logo depois da visita ela ia a uma lanchonete vizinha para comer uma banana-split. 


Post sobre o assunto. (Reprodução/Twitter @g1)


É informado no livro que a cantora também imaginou, ao fim, como os minutos depois de sua morte seriam. Lee, ao longo das linhas que escreveu a respeito de tal momento, inclusive, aproveitou para passar uma advertência aos políticos. “Nenhum político se atreveria a comparecer ao meu velório, uma vez que nunca compareci ao palanque de nenhum deles e me levantaria do caixão para vaiá-los”, escreveu a artista. 

A cantora descreveu a área em que atualmente fica o Parque do Ibirapuera como sendo a “Floresta Encantada”, o local ideal para montar um pequeno acampamento e fazer piqueniques aos domingos. 

De acordo com a rainha do rock nacional, as visitas ao local eram feitas em um grupo, seis mulheres. Cada uma escolhia uma árvore ou planta para cuidar, retirando folhas secas e ervas daninhas. As integrantes também plantavam pés de frutas, verduras e legumes nas redondezas do parque. 

Segundo o “g1”, a cantora, ao relembrar a inauguração do parque, em comemoração aos 400 anos da capital paulista, menciona que “o sonho acabou”, as suas pequenas hortas foram destruídas, e a floresta deu lugar ao asfalto, cimento e “construções de gosto duvidoso”


Post sobre o assunto. (Reprodução/Twitter @Metropoles)


O pai de Rita Lee teria visto a intervenção no espaço com desaprovação e se recusado a comparecer à festa de inauguração.

Mesmo assim, o Parque do Ibirapuera continuou seguindo como um local marcante na vida da cantora brasileira, sendo mencionado muitas vezes no decorrer dos capítulos do livro de Lee. 

Foto Destaque: Rita Lee e o planetário do Parque do Ibirapuera. Reprodução/Guilherme Samora/TV Globo. 

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo